Blog WireMaze

Cimaa   final 1 847 450
2022/03/14

Truz…Truz…? Abra a porta CIMAA, é o turismo!

Recorda-se do artigo "Saiba como Bragança abriu as portas aos turistas, novamente!"?

Eis que fazemos mais uma paragem nesta viagem. Neste artigo vamos apresentar-lhe mais um bom exemplo a seguir no que toca ao turismo. Situada no Alto Alentejo, temos para lhe apresentar a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) descobrimos o que distingue esta região e o trabalho que está a ser realizado para promoção do território.

15 municípios com paisagens deslumbrantes, não podiam faltar no itinerário!

Em entrevista com Ana Bernardo, Técnica Superior da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

 

Qual a estratégia que utilizaram para que o turismo volte a crescer?

“O Alto Alentejo tem uma atividade económica amplamente ligada ao turismo, enquanto atividade capaz de atrair pessoas que visitem e que passem a conhecer: as nossas cidades, vilas e lugares; a nossa cultura e tradições; a nossa gastronomia, com ênfase nos pratos, queijos, enchidos e vinhos; a magnífica e distinta natureza que aqui se pode aproveitar; o património histórico e tantas outras coisas.”

"É fundamental garantir que a retoma de todas as atividades económicas, direta ou indiretamente, ligadas ao turismo, se sustenta nas estratégias que a CIMAA tem vindo a promover neste setor. A CIMAA tem em curso várias Estratégias de Eficiência Coletiva que permitem promover a inovação, qualificação e modernização do tecido empresarial e das iniciativas económicas no Alto Alentejo de forma integrada. Aqui se inclui o setor do turismo."

Não ficam por aqui!

"É através destes planos de ação que é possível criar e promover projetos âncora que beneficiam de um acesso preferencial a sistemas de financiamento e incentivos, de forma a garantirem a sua implementação e o seu sucesso.
Um dos bons exemplos é o Alto Alentejo InMotion que visa a divulgação de produtos endógenos de forma inovadora, sustentável e geradora de cadeias de valor que promovam o território e o tornem mais atrativo."

Por exemplo?!

Os produtos regionais, com a sua autenticidade, são elementos diferenciadores do Alto Alentejo e importantes elementos de atração.

Ou seja…

A melhor estratégia para garantir que o fluxo turístico regressa aos níveis pré pandémicos passa por promover eficazmente tudo aquilo que faz do Alto Alentejo um território com uma personalidade e um ambiente próprio.
Por outro lado, há também, que garantir que quem visita a região tem ao seu alcance infraestruturas que permitam percorrer o território com facilidade.

 

Quais as maiores dificuldades que sentiram neste processo de reabertura do turismo?

“A pandemia por COVID-19, para a qual ninguém estava preparado e que nos levou a um contexto inédito, criou desafios e obstáculos enormes que se fizeram sentir em todo o País.”

Uma região como o Alto Alentejo, que todos os dias se empenha na luta contra a desertificação e por criar mecanismos e estratégias que façam do interior de Portugal um lugar atrativo, não só para se visitar, mas também, para se viver, este foi um feito notório.

O tecido empresarial, apesar de dinâmico e muito ligado ao território, viu-se perante uma crise provocada por um agente externo para a qual se tornou necessário criar estratégias e respostas completamente novas.

A CIMAA, enquanto Comunidade Intermunicipal que trabalha em conjunto com 15 municípios associados, teve a desafiante tarefa de articular e promover o trabalho conjunto entre 15 autarquias com necessidades, preocupações, interesses, problemas para resolver e, muitas vezes, posições políticas diferentes.

Porém, naquilo que mais importou – a proteção das populações e o relançamento da economia – todos se uniram em torno de objetivos comuns.

“As maiores dificuldades foram ao mesmo tempo os melhores processos de aprendizagem.” Afirma Ana Barbosa.

Agora que a atividade económica - e o setor turístico – estão a regressar a níveis pré pandémicos, acreditam que a união faz a força e juntos estarão mais fortes e preparados.

 

Quais os quatro passos fundamentais para que este processo de reabertura seja bem-sucedido?

1.º - Divulgação: absolutamente essencial! Com o objetivo de fazer regressar o turismo ao Alto Alentejo, é essencial que todas as pessoas que não são do território, portuguesas ou estrangeiras, saibam que há neste território uma oferta turística variada, de qualidade e com elevada segurança.

2.º - Reinvenção: através da criação de novas ofertas ou da exploração de novas perspetivas de equipamentos já existentes.

A pandemia mudou significativamente a forma como as pessoas veem, pensam e fazem turismo, muito por causa das restrições que foram sendo impostas às populações ao longo dos últimos dois anos.

Por exemplo, há claramente um movimento de turismo com interesse mais vincado pelo contacto mais próximo com a natureza e pela naturalidade.

A CIMAA, com um território riquíssimo em património natural, tem de o promover de forma sustentada e com formatos que se adaptem ao que as pessoas querem.

3.º - Oferta turística: diferenciada e ligada ao que o território tem para oferecer e que, ao mesmo tempo, potencie as atividades económicas que aqui se baseiam.

Um bom exemplo desta dinâmica é o projeto Alentejo Feel Nature (AFN), recentemente criado pela CIMAA.

Com o AFN, conseguiram agregar toda uma rede de percursos pedestres já existentes. Estes permitem um contacto privilegiado com a natureza, numa estrutura que atrai e analisa fluxos turísticos que conhecem o território numa perspetiva ambientalmente pensada e sustentada enquanto geram mais atividade económica.

4.º - Promover uma maior interligação territorial. O Alto Alentejo deve ser olhado no seu todo, como uma região cuja atratividade se faz do conjunto das valências de cada um dos seus 15 municípios associados, uma vez que são eles que fazem do Alto Alentejo aquilo que é.

 

A CIMAA acredita que só seguindo estes 4 passos conseguirão recuperar os fluxos turísticos que tinham antes de 2020.

 

Já nós, temos a certeza de que vão conseguir recuperar esses fluxos!

 

3 é a conta que Deus fez, mas nós decidimos lançar mais um artigo bónus sobre este tema tão importante: o turismo. Lembra-se?

Qual será o município que encerra este tema?


Fique atento ao nosso blog ou então subscreva a nossa newsletter para não perder o último artigo sobre a reabertura do turismo.