Blog WireMaze

Pexels connor kelley 7499839 1 847 450
2022/05/12

Star Wars: 7 passos para a ascensão da sua autarquia

Ensinamentos por Luke Skywalker, Yoda, Hermione e Chewbacca

Nota: Se achou estranho a referência a Hermione está atento e estamos em sintonia. Retire-a desta saga épica! Se não achou… veja os filmes antes de continuar a ler por favor.

Damos arranque a este artigo com uma frase que qualquer pessoa, fã ou não da saga, consegue identificar: “May the force be with you!” (“Que a força esteja contigo!”).

Para tudo o que fazemos e a que nos propomos é preciso força de vontade e dedicação. Só assim conseguimos alcançar objetivos e quebrar barreiras.

Certo?

As 7 lições que podemos retirar de Star Wars são:

1. “Faças ou não faças. Tentativa não há” Mestre Yoda.

Isto é, defina objetivos tendo em conta as necessidades do cidadão e ponha em prática ações para os alcançar. A palavra de ordem é AÇÃO! Definir, planear e pôr em prática.

Seja na comunicação, participação ou transparência onde quer chegar? Qual o caminho a percorrer? O que vai alcançar? Que valor acrescido tem para o cidadão?

 

2. “O medo é o caminho para o lado negro.” Mestre Yoda.

A fala de Mestre Yoda deixa algo bem claro: não tenha medo de arriscar em proveito do melhor para o seu cidadão. Se definir bem a sua estratégia, não deixe que a dúvida ou receio de fraca adesão o demovam da ação.

Este é um tema usual quando se fala em áreas como orçamento participativo ou reporte de ocorrências. Sabe que existem mais casos de sucesso de aplicação destas práticas do que de insucesso? Começa por saber definir o que será para si sucesso… sendo realista!

 

3. “O dobro do orgulho, o dobro da queda” Conde Dooku

Saiba reconhecer os seus erros, seja transparente, ouça o seu cidadão. Aprenda com os seus erros e cresça! Ninguém é uma ilha rodeada de mar e sem possibilidade de crescimento. A evolução parte da troca de experiências e ideias. Fomente este tipo de interações e aproxime-se do seu cidadão, de forma transparente.

Estudos comprovam que liderar por exemplo contribuiu para a criação de sentimentos de comunidade. Comunicar claramente os problemas mais do que demonstrar “fragilidade”, demonstra maturidade, responsabilidade e preocupação. E uma instituição assim envolve mais os seus cidadãos, acrescenta à sua cidadania e gera sinergias para uma comunidade mais feliz.

 

4. Luke Skywalker: “Não acredito”, Mestre Yoda “É por isso que não consegues”.

Acredite que é possível! Ninguém acredita em alguém que não acredita nas suas próprias ações. A credibilidade e confiança são aspetos fundamentais, e a neurolinguística já provou que os cidadãos vão agir em espelho. Ou seja, uma autarquia mais credível e confiante, gera cidadãos mais credíveis e confiantes.

Ao incentivar à participação está a trabalhar os cidadãos neste aspeto.

 

5. “Pelo meu tamanho me julgas?” Mestre Yoda.

Nem sempre os maiores desafios são os mais complexos. Independente do tamanho de um desafio ou barreira, nunca o subestime! Todo o desafio deve ser encarado com seriedade, estratégia e foco na resolução.

Comunique os planos, por vezes longos e complexos. Simplifique a linguagem. Exponha de forma clara a burocracia necessária que tem de ultrapassar para implementar os projetos.

E não se esqueça de comunicar para fora… e para dentro. Por vezes os próprios colaboradores não fazem ideia dos desafios da instituição. Relembramos ainda que por vezes um problema grave pode ser resolvido pelo mais indiferenciado dos colaboradores, se este estiver no sítio certo, na hora certa e com o conhecimento necessário.

 

6. “Melhor professor, o fracasso é” Mestre Yoda.

Toda a nossa vida enfrentamos situações de insucesso. Contudo, isto não deve ser encarado como uma derrota ou perda total. Cada ação tem uma reação e todas elas insurgem num feedback ou lição. Não há lições boas nem más, mas sim apenas lições. Transforme os seus insucessos em combustível para evoluir e melhorar.

Aplique uma filosofia Kaizen de constante aprendizagem e evolução.

 

7. “Lembre-se, o seu foco determina a sua realidade” Qui-Gon Jinn.

A última lição tem como pilares 3 palavras simples: Foco, consistência e coerência. Aplicando estes 3 valores em todas as suas ações e estratégicas, a probabilidade de ser bem-sucedido é enorme!

Se juntar os três pilares de comunicação, participação e transparência, as decisões autárquicas passam a ser tomadas baseadas em princípios e por consequência mais fáceis.

Terminamos esta análise pelo mundo da galáxia mais conhecida do mundo a bordo da Millenium Falcon.

Recordamos que cada uma destas lições são generalistas, logo, podem ser aplicados em diversos momentos vividos no quotidiano da sua autarquia e a variadas situações do ambiente administrativo.

O objetivo?

Fomentar a modernização administrativa, potenciar a desmaterialização de processos complexos e morosos e aumentar a proximidade com o seu cidadão.

Fique a par destes e outros artigos através da subscrição na nossa newsletter 👉 https://wmcp.pt/1lzmzn