Blog WireMaze

Wirepaper artigo 1 847 450
2020/03/17

Sirva a sua comunidade através de um clique. Como?

Muito simples. A aposta na modernização administrativa trouxe benefícios na melhoria do atendimento das autarquias.

O objetivo principal passa por fortalecer a relação com os munícipes e trazer a todos os envolvidos, um dos bens mais preciosos – tempo.

Neste contexto de emergência social, derivado da pandemia do COVID-19, a possibilidade de ver os assuntos resolvidos por via digital transmite segurança e certeza de que o mundo não pára.

Numa situação normal já se deparou com quantos destes dilemas?

  • Grande afluência na deslocação dos munícipes aos serviços municipais;
  • Submissão de formulários e requerimentos é um processo demorado e em formato papel (que obriga a trabalho de digitalização posterior, arquivo, etc);
  • Incapacidade de resposta a todos os pedidos de ponto de situação relativos a processos;
  • Dificuldade de informar os munícipes dos eventos organizados pelo município;
  • Dificuldade em comunicar aos munícipes a miriade de oportunidades geradas pelos projetos municipais de índole social, económico, desportivo, ou outros;
  • Querer dar apoios a colectividades sociais ou desportivas mas não estar em posse dos documentos de contas ou comprovativos de corpos sociais para garantir regulamentos;
  • Receber "problemas" existentes no território por todos os canais, mas sempre informais e com informação incompleta (muitas vezes fruto do disse-que-disse);
  • Ter processos de recrutamento de pessoal que ficam desertos, ou no extremo oposto, que são tão concorridos que ficam inundados em papéis.

E agora? Numa situação de crise quais acha que serão mais comuns?

  • Ter um canal de divulgação de informação de emergência centralizado;
  • Impossibilidade de os munícipes se poderem deslocar aos serviços municipais; 
  • Ausência de canais diretos de atendimento com o munícipe;
  • Ausência de meios para disseminar informação verdadeira e atempada;
  • Incapacidade para colocar formulários online para situações de emergência, sejam para o cidadão ou para funcionários (ex.: pedido de acesso a VPN, pedido de apoio social de emergência, angariação de voluntários);
  • Os funcionários terem uma plataforma de trabalho comum para partilhar informação.

Estes e muitos outros são meros exemplos do dia-a-dia dos heróis da WireMaze: os funcionários autárquicos.

Os tempos que se avizinham não serão fáceis. Após o agravamento do número de casos com o novo COVID-19, o governo português está a pedir aos seus cidadãos que se mantenham em casa.

No tempo de quarentena, muitos são os portugueses que continuam a trabalhar remotamente e a necessidade de recorrer aos serviços municipais vai surgir.

Faça como as dezenas de autarquias nossas clientes que tornaram a relação com os seus cidadãos mais próxima.

Quer algumas ideias?

1091 candidaturas RH em um mês? Matosinhos explica como!

Comunicação autárquica, porquê trabalhá-la?

Comunicar já não é o que era, veja em quê que Vila Franca de Xira apostou para falar com os seus munícipes.

PDM de Arcos de Valdevez teve 60% de adesão ao formulário online

Vagos apresenta o portal de todas as novidades do Município

Agora a sua autarquia pode comunicar com todos.

Saiba como Paredes tem alcançado sucesso na interação com os jovens

Será que a Intranet é crucial numa autarquia? Exemplo CM Loulé

Saiba quanto custou: Portal da Transparência São João da Madeira

Como Guimarães gere a contratação de fornecedores? Entrevista a Bruno Oliveira

Gestão do Canil? Ribeira Grande adota o PetCare

 

Se precisar da ajuda da WireMaze ligue-nos ou envie email!

 

Continuamos a trabalhar para interligar cidadãos à administração pública local, adaptando-nos a este contexto global mais exigente em que vivemos.