Blog WireMaze

Servir o cidadao 1 847 450
2020/05/13

Servir o cidadão deve ser 24/7

O confinamento já terminou. No entanto, o governo português aconselha a ativação dos serviços com cautela e manter a segurança de todos obedecendo às medidas de prevenção.

Numa primeira fase, o processo de adaptação a uma nova realidade, será difícil não só para o cidadão, mas também para o técnico municipal.

De momento, o atendimento presencial é o “calcanhar de Aquiles”, pois sem um balcão de atendimento cara-a-cara haverá uma grande quebra na confiança entre cidadãos e autarquias.

Muitos colaboradores continuam em teletrabalho, no entanto, não conseguem garantir o atendimento aos seus munícipes:

  • Grande parte dos processos necessita de formulários impressos;
  • Não existe um lugar onde o cidadão consiga acompanhar o estado do processo;
  • Neste tipo de atendimento, a centralização do tratamento dos processos não é fluída.

Como é que as autarquias vão ultrapassar destes obstáculos?

O combate recai na aposta de modernização administrativa. As autarquias têm vindo a trabalhar arduamente para garantir os serviços aos seus munícipes.

Contudo, nem todas as autarquias escudam-se da aposta da modernização administrativa, já que:

  • grande parte dos seus cidadãos são seniores e o atendimento cara-a-cara é fundamental;
  • pensam que os cidadãos se sentirão desvalorizados;
  • acreditam que dificultará a comunicação entre autarquias e munícipes.

Relembramos exemplos de autarquias, que já tinham implementado soluções digitais nos seus serviços, mesmo antes da pandemia. Estas autarquias obtiveram um impacto nas suas comunidades positivo e uma grande aceitação.

É urgente as autarquias portuguesas apostarem no atendimento online.

O teletrabalho é apenas uma das razões pela qual o tele-atendimento deve ser incluído. A segurança dos cidadãos e dos técnicos autárquicos é fundamental.

O aumento da eficácia e eficiência é crucial principalmente quando fomos obrigados a reduzir momentos de contacto.

Numa altura, onde os portugueses se viram “obrigados” a lidar com chamadas de vídeo e chats há uma maior predisposição para uma adaptação a um atendimento online.

Os autarcas devem refletir sobre as mudanças que estão impostas e aproveitar as oportunidades para evoluir e garantir o melhor para as suas sociedades.

A WireMaze orgulha-se em ver as suas autarquias clientes a implementar novas formas de interagir com os munícipes. Caso queira ser mais uma autarquia feliz, fale connosco!