Blog WireMaze

John schnobrich 520023 unsplash 1 847 450
2021/04/14

“Digital first” – o Online não pode confinar!

Hoje, mais que nunca, o cidadão está orientado para os meios online, familiarizado cada vez mais com plataformas que até então pareciam fazer parte da vida só de alguns.

O acesso a meios online generalizou-se a uma grande velocidade, trazendo maior eficiência para a concretização dos objetivos, sejam eles de necessidade básica ou a resolução de problemas, ou outro que fica dependente de uma resposta.

Há, também, uma crescente preocupação em modernizar os serviços dotando-os de canais inovadores e dinâmicos que deem uma resposta no menor espaço de tempo possível, a qualquer hora e em qualquer lugar.

O digital first acompanha sobretudo as mudanças culturais da sociedade e é definido como sendo um diferente modo de pensar e agir, enfrentando as constantes alterações às necessidades das organizações em vincular a sua comunicação ao público alvo.

E na Administração Pública? Estão hoje os serviços pensados para a nova era da sociedade de informação? Em que devemos ter uma alternativa ao presencial, garantindo a conformidade com a proteção de dados e escalando de forma galopante para mais e melhor qualidade nos serviços à população?

E as pessoas? Antes de ser “digital first” é imprescindível ser “People first”.

Um dos grandes desafios que as autarquias e a administração pública no geral se tem deparado nos últimos tempos, está relacionado com a mudança de paradigma no modus operandi dos funcionários, na aquisição de novos conhecimentos e novas aprendizagens tal é a peculiaridade dos serviços públicos e o que eles exigem a quem neles fazem parte.

Como tal, não interessa ter uma autarquia totalmente orientada para o online, com plataformas digitais para tudo e mais alguma coisa, se as pessoas não estiverem dispostas a fazer parte deste processo e acompanhar as tendências.

Para além de que é preciso ir ao encontro às atualizações da legislação em vigor que se vai adaptando à nova realidade, como é exemplo disso a Portaria 125-A/2019 de 30 de abril que regulamenta o procedimento concursal para a admissão de pessoal que foi recentemente alterada pela Portaria n.º 12-A/2021, de 11 de janeiro, veio estabelecer que a apresentação da candidatura é efetuada em suporte eletrónico, através do preenchimento de formulário.

Na WireMaze interligamos pessoas.

Queremos estar na linha de frente para a concretização dos objetivos dos nossos clientes, ser o parceiro ideal para a modernização administrativa com vista à desmaterialização de processos para os tornar simples, rápidos e eficazes em prol de uma sociedade mais informada, participativa, esclarecida e transparente.

É um desafio crescente para dar resposta a todas as alterações que vivemos nos dias de hoje. Em muito contribuiu a resiliência da nossa equipa e a comunicação próxima com os nossos clientes que é nosso apanágio.

Os nossos clientes são o exemplo desta capacidade de adaptação duas atividades que nos dá imenso prazer de realizar:

A WireAcademy organiza eventos para partilha de conhecimento e experiências para, num efeito de benchmarking, proporcionar mais e melhores resultados a quem os assiste.

Por falar nisso, já se inscreveu no 3º workshop do “Autarquias do Futuro”?

Os episódios do WireMaze´s Podcast dão a conhecer de forma próxima e informal pessoas inspiradoras que todos os dias nos motivam a fazer mais e melhor.

Já assistiu ao último episódio no nosso canal do Youtube?

Quando falamos de resiliência, o destaque vai todo para as nossas autarquias clientes. São o verdadeiro exemplo em que, por meio de obstáculos e barreiras, por vezes bem difíceis de superar, é possível dar a volta por cima. Serem ainda o veículo promocional de participação cívica, mesmo em tempos de pandemia.

Veja-se o exemplo da Câmara Municipal de Almada que arrancou o Orçamento Participativo, e mais casos que pode acompanhar no nosso blog.

São as autarquias locais o órgão mais próximo do cidadão, como tal é inquestionável que o uso da tecnologia e de ferramentas digitais seja fundamental no estreitamento da comunicação.

Foi nesse sentido que a UF Massamá e Monte Abraão publicou a sua app móvel onde, em tempo real, o freguês pode estar a par das notícias e eventos da freguesia, bem como votar ou consultar o estado do orçamento participativo em curso e, ainda, aderir ao Cartão do Freguês.

Em suma, podemos dizer que é essencial estarmos presentes online e orientar o cidadão para os serviços, dessa forma para todos ganharmos com isso. Mas mais que orientar é preciso que seja na direção certa para o “barco” não andar à deriva em alto mar sob pena de encalhar quando menos esperamos.

Queremos ser o vosso porto seguro, por isso partilhem connosco as vossas necessidades para que vos possamos ajudar a encontrar o melhor caminho. O caminho da cidadania ativa.