Blog WireMaze

Cidadaos 1 847 450
2020/03/31

Além das autarquias, são muitos os cidadãos que estão de parabéns!

Há algumas semanas atrás, partilhamos consigo algumas boas práticas que as autarquias portuguesas adotaram para um bem maior, o bem-estar das suas comunidades.

A pandemia do novo Covid-19 fez com que o medo, a insegurança e a incerteza invadissem as pessoas. No entanto, há sempre um grupo que se destaca no meio do caos. As pessoas que acreditam.

A crença move multidões, tanto no bom como no mau.

Desta vez iremos partilhar consigo alguns exemplos de cidadãos que nos inspiram para fazer o que fazemos todos os dias, promover cidadania.

Sabia que?

  • Onze estudantes de medicina e enfermagem estão a dar apoio a 47 utentes infetados no lar da Misericórdia de Foz Côa.
    Mesmo com a escassez de material de proteção, estes futuros profissionais na área da saúde voluntariaram-se para auxiliar estes utentes enquanto aguardam transferência para ambiente hospitalar.
  • Vários foram os jovens de Gaia que aderiram ao programa "Os Seniores de Gaia precisam de ti!", que reuniu voluntários jovens, maiores de 18 anos, credenciados pelo município para prestar serviço de apoio ao domicílio, abastecimento para idosos isolados ou famílias com pessoas com deficiências.
  • Programa idêntico reuniu voluntários em Porto de Mós, sob o lema "Vamos cuidar de todos".
  • Muitos também foram os que disponibilizaram a sua ajuda com os seus vizinhos.
    Pessoas oferecem-se para fazer o que for preciso a quem esteja no grupo de risco, como idosos ou pessoas com doenças crónicas.
    Em tempos normais mal se conhecia os vizinhos, esta iniciativa trouxe à sociedade a oportunidade de ajudar o próximo.
  • Tech4COVID19: esta é a comunidade tecnológica portuguesa, onde se juntou mais de 4300 voluntários para a solução de diversos problemas que surgiram com o vírus Covid-19.
    Os projetos em curso estão distribuídos nas temáticas: Apoio a profissionais de saúde e material hospitalar; Serviços de Saúde e de Educação e por fim compras e entregas.

Estes são uma gota no oceano dos exemplos que os portugueses têm desenvolvido para ajudar durante esta pandemia.

Há uma enorme corrente de solidariedade nas redes sociais. Nelas encontramos grupos de pessoas que criam, organizam e angariam bens essenciais para os profissionais de saúde. Desde folhas de acetato, impressão 3D de pegas para máscaras, cremes para atenuar as marcas na pele, snacks saudáveis e muito mais.

Em tempos de crise, os cidadãos portugueses têm se mostrado sensíveis a tudo o que está a acontecer. Por isso, aconselhamos que fique em casa e tome todas as medidas preventivas que a DGS aconselha.

Deixamos um enorme obrigado a todas as pessoas que acreditam que a bonança está a chegar.