Blog WireMaze

Guimaraes 1 847 450
05 Junho 2018

"A transformação digital que vivemos é o equivalente à ultima revolução industrial"

Vereador da Câmara Municipal de Guimarães, Dr. Ricardo Costa, esclarece a estratégia do município que resultou numa destinção única em Portugal e apoio europeu para a transformação digital de Guimarães.

A única cidade portuguesa escolhida das 92 candidaturas perante o Desafio Cidades Digitais  fundado pela Comissão Europeia. Trata-se de um programa personalizado de coaching cujo objetivo é apoiar 15 cidades europeias a desenvolver e implementar políticas digitais que irão transformar o dia-a-dia dos residentes, empresas, trabalhadores e empreendedores do município.

O foco da Comissão Europeia está especificamente nas organizações públicas locais que apresentem esforços para a implementação de estratégias ou programas na rota das cidades inteligentes, com uma sólida aposta na sustentabilidade, transformação digital e modernização industrial.

 

Qual foi a principal motivação para a realização da candidatura?

 

RC: Guimarães assume-se como um município inovador, não só apenas no ponto de vista das políticas públicas mas sobretudo na procura e criação de condições, serviços e soluções para os seus cidadãos.

Esta afirmação na dianteira da vanguarda tecnológica, levou a que o Município tenha desenvolvido inúmeras ações pioneiras no sentido da implementação de soluções inovadoras em áreas como economia, cidades inteligentes, inovação, empreendedorismo e transformação digital.

Foi esta afirmação como município replicável, o principal motor motivacional para a realização desta candidatura, uma afirmação não só na transformação digital focada no cidadão e na cidade, mas envolta na participação do tecido empresarial como potenciador da investigação e inovação, alterando de forma disruptiva a economia vimaranense, posicionando-a no caminho da quarta revolução industrial.

 

Sendo a única cidade portuguesa a conseguir o apoio europeu, que mensagem gostaria de passar aos restantes municípios?

 

RC: Em todos os processos a implementação de soluções decorre do estudo e perceção dos problemas e desta forma procurar as ferramentas existentes ou mesmo desenvolver para que sejam colocadas ao dispor dos cidadãos. A importância da partilha de experiências nas diferentes redes de parceiros ao nível internacional é em si um dos fatores mais críticos para o sucesso de qualquer iniciativa.

Conhecer a realidade, conhecer as soluções e perceber se as mesmas se adequam ao território só é possível pela participação e partilha em diversos fóruns e redes internacionais. Esta participação é potenciada pela existência deste tipo de prémios e reconhecimento articulado com vários parceiros.

 

Em que modo iniciativas como o Orçamento Participativo contribuíram para o alcance deste reconhecimento?

 

RC: O OP é mais uma das iniciativas que promove a participação quer pela sua capacidade de envolver os cidadãos e apelar ao valores de participação e responsabilidade, quer também pela iniciativa em si comportar a utilização de todo o tipo de ferramentas digitais. Desde a plataforma de apresentação de propostas, a discussão das mesmas até ao processo final de votação em que o digital é a base a utilizar.

 

Qual será o impacto deste desafio na transformação digital de Guimarães?

 

RC: A transformação digital que vivemos é o equivalente à ultima revolução industrial, a grande diferença é o tempo da mudança, pois se a revolução industrial demorou mais de 100 anos, a mudança da transformação digital irá acontecer em menos de 10 anos. A janela de oportunidade para abordar este desafio de uma forma coerente e global é agora, é agora que estas mudanças revelam a implementação de novas tecnologias como a Internet das Coisas (IoT) e o avanço da utilização generalizada da Inteligência Artificial. Como tal quem não acompanhar esta mudança, estará literalmente de fora!

 

Como vê o relacionamento entre cidadãos e autarquias em 2030?

 

RC: O relacionamento terá sempre por base a integração plena dos cidadãos. Eles são o centro de toda esta iniciativa. As ferramentas tecnológicas e todo o tipo de iniciativas digitais serão fatores de sucesso na exata medida da sua apropriação e completa integração na vida diária de quem habita e usufrui do território.

 

Vereador Dr. Ricardo Costa

 

Guimarães já conquistou diversos prémios que revelam o esforço na transformação digital, estes são alguns exemplos:

 

EUDigitalCities